Post Top Ad

Web Radio Venus

PUBLICIDADE

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

fevereiro 25, 2021

CPRH paralisa mineração ilegal em Área de Preservação Ambiental

 

 

Equipe de fiscalização da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) paralisou, nesta quarta-feira (24), uma operação que fazia a retirada de areia em uma Área de Preservação Ambiental (APP), no município de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, nas proximidades da praia de Mangue Seco. De acordo com a fiscalização, aproximadamente 15 hectares da área está degradada. A equipe estava apurando denúncia de maus tratos e de caça de animais silvestres, quando se deparou com a situação: máquinas faziam as escavações e caminhões faziam o transporte do material.  A  ação foi realizada com o apoio de policiais militares da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma).

“A operação estava sendo desenvolvida irregularmente, sem a licença ambiental da CPRH e causando sérios impactos negativos ao meio ambiente, inclusive com a derrubada de árvores da Mata Atlântica. De acordo com informações das pessoas que estavam no local, a responsável pelo empreendimento é moradora do Recife e a CPRH fará chegar à mesma o Auto de Constatação”, explicou o gerente da Unidade de Gestão em Fauna, Iran Vasconcelos.

Ele disse também que será aplicada multa, cujo valor será decidido na quinta-feira (25), pois será uma avaliação conjunta de duas diretorias da Agência, considerando que as infrações cometidas, como mineração e desmatamento, são fiscalizadas por equipes distintas.

Os agentes ambientais da CPRH também perceberam indícios do descarte inadequado do óleo utilizado nas máquinas que operavam no local: “encontramos vestígios de que o óleo inservível estava sendo depositado próximo à área alagada, o que pode acarretar problemas, como a contaminação do solo e do lençol freático”, comentou o gerente do setor de Gerenciamento, Agricultura e Mineração, André Otelo. A CPRH paralisou a atividade, apreendeu um caminhão e três máquinas que estavam operando no local, no momento da fiscalização.Fonte : Didi Galvão

fevereiro 25, 2021

Sigam esse exemplo: Prefeito prega aviso em hospital incentivando cidadão a denunciar direto pra ele má conduta de funcionários

 

 

O prefeito reeleito do Careiro Castanho no Amazonas, Nathan Macena (Republicanos), colou ele próprio um aviso na parede do hospital Deoclécio dos Santos, a principal unidade de Saúde local, oferecendo seu número de celular para que o cidadão mal atendido denuncie direto a ele. Também adicionou o da diretora.

A medida teria sido tomada depois que vários pacientes denunciaram maus tratos no hospital. No aviso, o prefeito lembra que os funcionários são pagos pelo contribuinte e recomenda àqueles insatisfeitos que peçam demissão.

“Você que é funcionário do hospital, pago com recursos públicos, trate bem as pessoas. Se não for para atender bem, não venha trabalhar ou peça exoneração. Ninguém procura o hospital para passear. Com certeza tem alguma necessidade”, diz a mensagem, que está repercutindo nas redes sociais.Fonte Didi Galvão

Translator