Post Top Ad

Web Radio Venus

PUBLICIDADE

quinta-feira, 14 de maio de 2020

Morre primeiro Papai Noel negro do Rio

Aylton, era formado desde 2000 na Escola de Papai Noel do Brasil, mas apenas em 2019 conseguiu interpretar o bom velhinho no Shopping de Madureira

 Aylton Lafayette o Papai Noel - Gilvan de Souza / Agencia O Dia

Rio  - A Escola de Papai Noel do Brasil comunicou que o papai noel conhecido como Obama Noel, Aylton Lafayete, de 66 anos, faleceu na noite desta terça-feira, no Instituto Nacional do Câncer (INCA), onde estava internando lutando contra o câncer.
 
Segundo a escola de Papai Noel, Lafayete frequentava as aulas da instituição desde 2008 e havia se formado como bom velhinho em 2000, sendo um dos mais antigos ainda na ativa.
 
O diretor da escola de papel noel Limachem Cherem, conta que Lafayette era um aluno ávido, alegre e que o maior sonho era sentar no trono de papai noel, no natal para atender as crianças: 
 
"Quando ele entrava na sala de aula, ele não gostava de dar boa tarde, mandavam todos os alunos falarem HOHOHO Feliz Natal.
 
 Ele tinha um papai noel dentro dele, mas infelizmente não conseguíamos muitos trabalhos por ele ser negro ano passado ele realizou o maior desejo dele", conta.
 
Limachem ainda diz que Lafayette sempre tinha uma resposta bem-humorada na ponta da língua e um amor incondicional pelo time do coração, o Fluminense. "Ele tinha uma roupa de papai noel só para homenagear o Fluminense, com uma faixa verde.
 
 O trabalho no Madureira Shopping foi a maior vontade dele realizada. Vai deixar saudade", conta.
Ainda não há informações sobre o enterro de Aylton.
*Estagiária sob supervisão de Cadu Bruno
Fonte O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator