Post Top Ad

Radio Web São Sebastião

PUBLICIDADE

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Caetano vai aos microfones do STF; agora não haverá cantoria

Caetano Veloso será um dos oradores da audiência pública no Supremo marcada para se discutir, no dia 4 de novembro, o cancelamento do edital da Ancine que distribuiria R$ 70 milhões para produções audiovisuais brasileiras.

 Paula Lavigne irá inscrevê-lo para falar em favor da tese de que a suspensão do edital é ilegal. A medida foi tomada por Jair Bolsonaro em agosto. 

Na ocasião, ele anunciou que iriam “para o saco” projetos de filmes dedicados a temas como homossexualismo. Randolfe Rodrigues entrou com uma ação no STF para tentar reverter a canetada.

 Cármen Lúcia, a relatora do caso, pediu explicações à presidência da República e ao Ministério da Cidadania, pasta à qual a Ancine é vinculada, além de convocar a audiência pública.

 Será a segunda vez que Caetano fará uso dos microfones do tribunal. Em 2016, ele cantou o hino nacional durante a cerimônia de posse da própria Cármen Lúcia.

 Desta vez, porém, não haverá cantoria. (Lauro Jardim)
Fonte Ouricuriemfoco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator