Post Top Ad

Radio Web São Sebastião

PUBLICIDADE

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Um visitante nada bem vindo...

Dentro do CTI cirúrgico do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no oitavo andar do prédio que fica no Fundão, uma ratazana passeia tranquilamente entre os pacientes e equipamentos...

 Uma ratazana apareceu no CTI cirúrgico do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Fundão -

Rio - Ora, ora, ora... Seria cômico, se não fosse trágico.

Dentro do CTI cirúrgico do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no oitavo andar do prédio que fica no Fundão, uma ratazana passeia tranquilamente entre os pacientes e equipamentos...

Os funcionários e pacientes dizem que a “visita” do bicho não é um fato isolado, como pode acontecer na minha ou na sua casa, mas acontece sempre.. Há uma infestação de ratos no local!

Com essa situação a gente só constata o que tá cansado de falar: Os nossos hospitais estão uma verdadeira lixeira! Abandonados, sucateados, sem o mínimo de asseio por parte daqueles que deveriam se preocupar com o bem-estar do povo!

Não é a primeira vez que acontece. Além disso, é goteira quando chove, é lixo hospitalar que não é descartado corretamente, causando riscos aos que estão ali trabalhando ou internados, é falta de luz pra manter os aparelhos ligados... Se eu começar a enumerar os problemas dos Hospitais do Rio de Janeiro, eu não acabo hoje!

Agora pensa comigo: Se não olham com atenção a infraestrutura de um local que cuida da saúde, imagina se vão olhar pros pacientes? É surreal...

A direção do hospital disse que a última vistoria da Vigilância Sanitária aconteceu no dia 30 do mês passado e que vai reforçar a dedetização e desratização dos andares infestados.

Não dá pra vacilar, né gente? Saúde pública não pode ser bagunça! Bora aproveitar e começar a se livrar de muita ratazana poderosa por aí?

3,2,1... É DEDO NA CARA!
PINGO NO I

Foi aprovado na ALERJ o Projeto de Lei que pode trazer de volta ao Maracanã a famosa “Geral”.

O objetivo dos deputados é de que ao menos 8 mil lugares sejam criados com esta mudança. E o valor do ingresso, mais barato.

Isso de fato é ótimo para os torcedores de menor renda, que não conseguem comprar um ingresso nos valores atuais.

Mas pensando cá com os meus botões...

Para esta mudança, obras serão feitas. Muito dinheiro vai ter que rolar nessa história... Quem vai pagar essa conta? Com o Estado na crise que se encontra, isso vai sangrar no bolso de quem? A gente espera que não seja da população!

Não é mais fácil deixar as cadeiras que já estão lá, dando conforto às torcidas, e abaixar o valor de todos os ingressos? Soa um pouco demagogia, pura ilusão.

Bora colocar o pingo no i...

Cuidado! Às vezes, o barato acaba saindo caro demais...
TÁ ROCK!

Começa hoje o Rock in Rio. Serão sete dias de muita música e a vibe lá em cima!

A gente sabe que o evento movimenta a cidade, gera renda e também empregos. Para que o evento aconteça todos esses dias, são mais de 25 mil pessoas trabalhando. A expectativa é que o impacto econômico seja de mais de 1,7 bilhão para os cofres da cidade.

Mas o evento vai além de todos esses detalhes técnicos... O Rock In Rio mexe com a auto-estima do carioca. É muito bom ver o sorriso, a alegria daqueles que estão curtindo, mas também daqueles que estão empregados. Do público que vê, mesmo que apenas por uma semana, a cidade funcionar. Seria bom demais se tudo acontecesse assim o ano inteiro, né?

Transporte eficiente, serviços de qualidade... O povo merece esse carinho sempre! Essa é a missão.

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito.. Você pode até não gostar dos eventos que acontecem no Rio. Mas pelo menos torça pra que deem certo, né? Não custa nada.
Fonte O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator