Post Top Ad

Radio Web São Sebastião

PUBLICIDADE

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Sete PMs de Pernambuco são presos suspeitos de extorsão em falsas blitzes da Lei Seca


 Foto Ilustrativa: Miva Filho/SES

Nas abordagens, os policiais cobravam entre R$1.000 e R$ 1.500 para liberar os motoristas com supostas irregularidades
 
Sete policiais militares foram presos, no sábado (19), suspeitos de concusssão, quando servidores públicos praticam extorsão, contra motoristas abordados em blitzes no Litoral Sul de Pernambuco. Os PMs paravam entre 10 e 15 carros, em média, por noite, e simulavam a Operação Lei Seca.

Nas abordagens, os policiais cobravam entre R$1.000 e R$ 1.500 para liberar os motoristas com supostas irregularidades. No momento da operação, a falsa blitz da Lei Seca estava montada em Porto de Galinhas, Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Crime militar

Os PMs acusados estão lotados no 18º Batalhão da Polícia Militar, no Cabo de Santo Agostinho, também na RMR. Os policiais foram autuados por crime militar na Delegacia de Polícia Judiciária Militar da PM (DPJM), no Comando Geral da corporação, no Derby, área central do Recife, e estão detidos no Batalhão de Choque.

Nesta segunda-feira (21), os PMs serão apresentados à Justiça. Foram enquadrados no 305 do Código Penal Militar e responderão não apenas na Justiça Penal, como também em Procedimento Administrativo Disciplinar.
Fonte  ouricuriemfoco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator