Post Top Ad

Radio Web São Sebastião

PUBLICIDADE

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Polícia Civil prende casal por tortura a criança de 4 anos em Serra Talhada; menor estava acorrentado


Uma criança de 4 anos vinha sendo torturada pelo próprio pai e a madrasta no Bairro Mutirão, em Serra Talhada (PE), Sertão do Pajeú, e vivia acorrentada. A revelação veio a público nesta terça-feira (22), quando uma operação montada pela Polícia Civil (PC) conseguiu flagrar os maus tratos e colocar um fim na situação. 

O crime é inafiançável.
O delegado da 177ª circunscrição, Cley Anderson de Queiroz Rodrigues, responsável pela coordenação da operação, detalhou que a criança foi encontrada presa com correntes de ferro e cadeado na posição de pé. “Recebemos informações através do Disque-Denúncia.

 Na nossa chegada, a criança aparentava estar debilitada com várias marcas pelo corpo, ao passo que imediatamente após sua libertação foi encaminhada ao Hospital local para atendimento médico”, revelou.


Ainda conforme o delegado, a prática do casal era rotineira. “No local foi possível constatar que a prática era rotineira por parte do pai e da madrasta da vítima, muitas vezes acorrentando e outras vezes agredindo gravemente a vítima, de tão pouca idade. Foi dada voz de prisão em flagrante ao casal pelo crime de tortura”, declarou.


Outros suspeitos: Quando a polícia chegou ao local, dois amigos do casal também estavam presentes e não explicaram o motivo pelo qual não se insurgiram contra o fato. “Eles também foram presos em flagrantes acusados por tortura, nesse caso a chamada tortura imprópria ou tortura-omissão”, assegurou Clay Anderson Rodrigues. 


Após os procedimentos na delegacia, os envolvidos serão apresentadas no Plantão Judiciário de Serra Talhada para serem ouvidos em audiência de custódia.


Conselho Tutelar: Além da polícia, o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. O conselheiro Antônio Alves detalhou que, nesta condição, na qual o casal que tem a guarda da criança pode ser preso, o órgão tentará descobrir e acionar outros parentes da menor que possam cuidar dela. 

Caso não seja possível, a criança deverá seguir para o internamento em uma instituição acolhedora em Serra Talhada.
Fonte  Farol de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator