Post Top Ad

Web Radio Venus

PUBLICIDADE

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Vaqueiro que foi atropelado por estudante de engenharia não resiste e morre no hospital regional

Com o impacto da colisão, Álvaro e Luiz se arrastaram por 23 metros, juntamente com a motocicleta e a bicicleta, tendo o ciclista levado a pior e apresentado afundamento de crânio.


Faleceu, por volta das 11:00h desta quinta-feira, 11, no Hospital Regional de Vilhena, o vaqueiro Luiz Maro Tomé Pereira, de 43 anos. Na noite de ontem, ele foi atingido por uma motocicleta quando andava de bicicleta pela avenida Marechal Rondon, no Parque Industrial São Paulo, próximo ao Atacadão. O óbito foi comunicado à polícia pela irmã da vítima, Angelita Tomé Pereira. 

De acordo com a ocorrência registrada na Unisp, o estudante de engenharia Álvaro Gabriel Madeira, de 18 anos, pilotava a motocicleta Honda CG Titan de cor preta com placa de Comodoro/MT e transitava em alta velocidade pela avenida Marechal Rondon sentido Cuiabá, quando realizou ultrapassagem indevida, seguindo pela contramão de direção, atingindo violentamente o ciclista, que vinha no sentido oposto. 

Com o impacto da colisão, Álvaro e Luiz se arrastaram por 23 metros, juntamente com a motocicleta e a bicicleta, tendo o ciclista levado a pior e apresentado afundamento de crânio, ficando inconsciente, além de sofrer fratura exposta na perna, que ficou dilacerada. O motociclista sofreu escoriações e possível fratura do maxilar.


A Polícia Militar isolou a área até término da perícia, feita pela Polícia Técnico-Científica (Politec). Álvaro seguia para a faculdade, e estaria atrasado, por isso, andava em alta velocidade.

 O rapaz, que está em Vilhena por conta da faculdade e mora apenas com um amigo, porém, é natural do Mato Grosso, onde reside sua família. A ocorrência foi lavrada na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).
Fonte  planetafolha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translator